7 Truques para levar o gato ao veterinário (sem ficar todo arranhado)

Home / Comportamento animal / 7 Truques para levar o gato ao veterinário (sem ficar todo arranhado)

Idealmente, todos os animais de estimação devem ir ao veterinário com alguma regularidade – idealmente de 6 em 6 meses e no mínimo uma vez por ano. Mas quando se trata de levar o gato ao veterinário … a tarefa pode ser complicada!

Todos os gatos gostam de estar sob controlo do seu ambiente e de reconhecer as pessoas, objetos e odores que os rodeiam e são bastante sensíveis a alterações do seu ambiente. Esta é uma das razões pela qual uma visita ao veterinário é um evento stressante e responsável por transformar muitos gatos em verdadeiros tigres.

Deixamos algumas dicas simples, mas que podem fazer a diferença na sua próxima ida do seu gato ao veterinário, evitando mordidelas ou arranhões e situações desagradáveis.

#1 – Procure transportar o seu gato sempre de forma segura

Utilize uma transportadora ou outro tipo de contentor adequado para o transporte do seu gato. Na escolha da transportadora, tenha em atenção as suas formas de abertura e procure uma que permita abrir a caixa pela dianteira e pelo topo, de forma a facilitar a remoção ou introdução do seu gato na transportadora.

#2 – O seu gato deve conhecer a transportadora.

Em casa, apresente a transportadora ao seu gato de forma suave e não o apresse ou tente forçar a entrar logo na caixa transportadora! Comece por deixá-la num local onde o seu gato costume passar tempo ou onde a possa ver e deixe que a sua curiosidade o leve a espreitar o seu interior.

#3 – Torne o espaço familiar e confortável!

Pode colocar peças de roupa suas, mantas e brinquedos do seu gato ajuda a que ele se sinta confiante e confortável para entrar na transportadora. Os gatos funcionam muito pelo seu olfato, e reconhecendo os seus odores, irá sentir-se mais à vontade nos espaços.

E lembre-se, os gatos têm uma boa memória! Não utilize a transportadora apenas para idas ao médico-veterinário! Deixe que a transportadora seja parte do seu ambiente no dia a dia e como meio de transporte para outros destinos mais agradáveis.

#4 – Durante o transporte

Utilize uma manta para cobrir a caixa transportadora. Desta forma, o seu gato irá sentir-se mais seguro e calmo.

Ao carregar a transportadora evite irritar o seu gato com balanços e batuques em paredes, nas suas pernas ou outros objetos.

Se viajar no carro, escolha um local seguro para colocar a transportadora. O ideal será manter a transportadora num assento, com o cinto de segurança (para evitar deslizes e abanões), ou em alternativa no espaço dos pés do passageiro.

#5 – Evite indisposições e vómitos

De forma a evitar indisposições do seu gato, não lhe dê alimentos na hora anterior ao transporte e conduza calmamente, evitando também ruídos excessivos.

#6 – Ao chegar ao Centro Veterinário

Ao chegar ao seu centro veterinário, se o seu gato estiver muito stressado, mantenha-o no carro até ao momento da sua consulta (desde que não esteja demasiado calor). E uma vez no seu interior, evite confrontos com outros animais e expor o seu gato aos ruídos habituais de um espaço veterinário.

Muitos consultórios já têm zonas específicas para colocar as transportadoras dos gatos, geralmente em locais elevados e afastados do centro da confusão e das zonas onde circulam cães.

#7 – No regresso a casa

Quando regressar a casa, deixe o seu gato repousar alguns minutos no interior da transportadora. E por fim, abra a porta e deixe que ele saia de novo para o seu ambiente familiar. Tente que esse momento seja calmo e sem muito ruído, principalmente se tiver crianças em casa.

Entre todos estes estes passos e após a viagem, procure sempre elogiar o seu gato com um tom suave. Caso não haja contra-indicação médica, em casa, dê-lhe uma ou outra recompensa: por exemplo, uma lata de comida húmida ou qualquer outro petisco que ele goste.

Esperamos que estas recomendações lhe sejam úteis e que as próximas visitas ao veterinário sejam mais felizes! Em todo o caso, se uma visita ao veterinário for sempre um momento do inferno, procure conversar com o seu médico-veterinário sobre o caso específico do seu gato.

 

fotojc-227x300

José Coucelo, DVM

app_iosapp_google

Comments(2)

  • July 31, 2019, 6:38 am  Reply

    Peguei meu Gato já enorme, pois ele insistiu em ser meu, acontece que ele fora de casa é uma fera, e também detesta colo, tenho até medo de levar para o veterinário, pois a hora que tirarem ele do transporte, acho que vai ser terrível.
    O que faço para acalma-lo ? Existe algum suco ou chá?
    Obrigada, adorei suas dicas

    • July 31, 2019, 5:30 pm

      Fale com o seu médico veterinário para lhe dar um sedativo ou calmante adequado para gatos antecipadamente. Algo que possa desfazer num pouco de comida e depois aguardar que faça efeito. Tem de precaver que o seu gato não possa trepar para sítios altos depois de lhe dar a medicação, correndo o risco de cair. Esperamos que corra tudo bem!

Leave a Comment