7 Truques para levar o gato ao veterinário (sem ficar todo arranhado)

Home / Comportamento animal / 7 Truques para levar o gato ao veterinário (sem ficar todo arranhado)

Idealmente, todos os animais de estimação devem ir ao veterinário com alguma regularidade – idealmente de 6 em 6 meses e no mínimo uma vez por ano. Mas quando se trata de levar o gato ao veterinário … a tarefa pode ser complicada!

Todos os gatos gostam de estar sob controlo do seu ambiente e de reconhecer as pessoas, objetos e odores que os rodeiam e são bastante sensíveis a alterações do seu ambiente. Esta é uma das razões pela qual uma visita ao veterinário é um evento stressante e responsável por transformar muitos gatos em verdadeiros tigres.

Deixamos algumas dicas simples, mas que podem fazer a diferença na sua próxima ida do seu gato ao veterinário, evitando mordidelas ou arranhões e situações desagradáveis.

#1 – Procure transportar o seu gato sempre de forma segura

Utilize uma transportadora ou outro tipo de contentor adequado para o transporte do seu gato. Na escolha da transportadora, tenha em atenção as suas formas de abertura e procure uma que permita abrir a caixa pela dianteira e pelo topo, de forma a facilitar a remoção ou introdução do seu gato na transportadora.

#2 – O seu gato deve conhecer a transportadora.

Em casa, apresente a transportadora ao seu gato de forma suave e não o apresse ou tente forçar a entrar logo na caixa transportadora! Comece por deixá-la num local onde o seu gato costume passar tempo ou onde a possa ver e deixe que a sua curiosidade o leve a espreitar o seu interior.

#3 – Torne o espaço familiar e confortável!

Pode colocar peças de roupa suas, mantas e brinquedos do seu gato ajuda a que ele se sinta confiante e confortável para entrar na transportadora. Os gatos funcionam muito pelo seu olfato, e reconhecendo os seus odores, irá sentir-se mais à vontade nos espaços.

E lembre-se, os gatos têm uma boa memória! Não utilize a transportadora apenas para idas ao médico-veterinário! Deixe que a transportadora seja parte do seu ambiente no dia a dia e como meio de transporte para outros destinos mais agradáveis.

#4 – Durante o transporte

Utilize uma manta para cobrir a caixa transportadora. Desta forma, o seu gato irá sentir-se mais seguro e calmo.

Ao carregar a transportadora evite irritar o seu gato com balanços e batuques em paredes, nas suas pernas ou outros objetos.

Se viajar no carro, escolha um local seguro para colocar a transportadora. O ideal será manter a transportadora num assento, com o cinto de segurança (para evitar deslizes e abanões), ou em alternativa no espaço dos pés do passageiro.

#5 – Evite indisposições e vómitos

De forma a evitar indisposições do seu gato, não lhe dê alimentos na hora anterior ao transporte e conduza calmamente, evitando também ruídos excessivos.

#6 – Ao chegar ao Centro Veterinário

Ao chegar ao seu centro veterinário, se o seu gato estiver muito stressado, mantenha-o no carro até ao momento da sua consulta (desde que não esteja demasiado calor). E uma vez no seu interior, evite confrontos com outros animais e expor o seu gato aos ruídos habituais de um espaço veterinário.

Muitos consultórios já têm zonas específicas para colocar as transportadoras dos gatos, geralmente em locais elevados e afastados do centro da confusão e das zonas onde circulam cães.

#7 – No regresso a casa

Quando regressar a casa, deixe o seu gato repousar alguns minutos no interior da transportadora. E por fim, abra a porta e deixe que ele saia de novo para o seu ambiente familiar. Tente que esse momento seja calmo e sem muito ruído, principalmente se tiver crianças em casa.

Entre todos estes estes passos e após a viagem, procure sempre elogiar o seu gato com um tom suave. Caso não haja contra-indicação médica, em casa, dê-lhe uma ou outra recompensa: por exemplo, uma lata de comida húmida ou qualquer outro petisco que ele goste.

Esperamos que estas recomendações lhe sejam úteis e que as próximas visitas ao veterinário sejam mais felizes! Em todo o caso, se uma visita ao veterinário for sempre um momento do inferno, procure conversar com o seu médico-veterinário sobre o caso específico do seu gato.

 

fotojc-227x300

José Coucelo, DVM

app_iosapp_google

Comments(3)

  • July 31, 2019, 6:38 am  Reply

    Peguei meu Gato já enorme, pois ele insistiu em ser meu, acontece que ele fora de casa é uma fera, e também detesta colo, tenho até medo de levar para o veterinário, pois a hora que tirarem ele do transporte, acho que vai ser terrível.
    O que faço para acalma-lo ? Existe algum suco ou chá?
    Obrigada, adorei suas dicas

    • July 31, 2019, 5:30 pm

      Fale com o seu médico veterinário para lhe dar um sedativo ou calmante adequado para gatos antecipadamente. Algo que possa desfazer num pouco de comida e depois aguardar que faça efeito. Tem de precaver que o seu gato não possa trepar para sítios altos depois de lhe dar a medicação, correndo o risco de cair. Esperamos que corra tudo bem!

  • May 21, 2020, 3:16 am  Reply

    Levei minha gatinha para castra, mas ela dormiu um dia antes na clinica acontece que lá os gatilhos ficavam em nichos, no mesmo espaço que os cachorros .. estou me sentindo culpada pq fui embora e ela ficou chorando muitoo

Leave a Comment to Monica Cancel Comment