Loading...

Dicas para viajar com pets sobre rodas

Home / Comportamento animal / Dicas para viajar com pets sobre rodas

Caso não tenha ficado muito claro pelo título, este artigo é sobre andar de carro e levar consigo os animais da família. Quem não adora ir de viagem e levar os pets consigo? Família é família e quer seja para as férias anuais ou apenas uma escapadinha de fim-de-semana, nós queremos ficar juntos. Por isso, aqui ficam umas dicas e precauções a tomar antes de meter a “matilha” na carrinha e partir rumo ao horizonte:

Dê um bom passeio antes da viagem

Esta precaução pode fazer a diferença entre uma viagem pacífica e um estado de caos devido a “tenho xixi e muita energia acumulada” que os seus animais podem estar a sentir. Claro que ainda assim terá muitas paragens pelo caminho, mas este passeio de última hora vale bem o tempo perdido. Se tem um gato, então saiba que a habituação à caixa transportadora com meses de antecedência é uma necessidade absoluta, como já foi descrito aqui.

Carros aquecidos e sobreaquecimento

Simplesmente não podemos frisar isto o suficiente: NÃO DEIXAR OS ANIMAIS NO CARRO, NUNCA!!

Mesmo que seja só um minuto. Mesmo que fique uma janela semi-aberta. Os animais não suam como nós. Mesmo a brisa que corre pela janela semi-aberta, não os vai aliviar do calor que muito rapidamente se fará sentir dentro do carro. Em poucos minutos o carro é como um forno e os efeitos do golpe de calor nos nossos pets são rápidos a instalar-se e difíceis de reverter porque podem causar falha generalizada dos órgãos, entre outras consequências muito graves. Por favor evitar a todo o custo! Em caso de emergência, conte com a App da Petable para lhe dizer onde ficam as clínicas mais próximas.

Os perigos da natureza no verão

Já ouviu falar de praganas? Vêm de uma planta com espigas cujas sementes em forma de ponta de seta podem entrar dentro dos olhos, ouvidos e todos os locais da pele onde uma destas “pestinhas” se consiga alojar. Os efeitos de encontrar estas platas (e elas estão por todo o lado nesta altura do ano) podem fazer-nos questionar se de repente a natureza não se virou contra os nossos fofinhos. Não é caso para pânico! Basta prestar atenção quando eles voltam do passeio em locais onde existam estas plantas e fazer uma boa vistoria da pele, especialmente entre os dedos, nos olhos e ouvidos. Uma vez que o bico da pragana consiga “espetar” a pele, é um caminho de um só sentido para dentro do corpo dos nossos animais, por isso convém apanhá-los a tempo. Para além disso, devem prestar especial atenção aos sinais que os seus pets lhe possam dar, esfregando o focinho ou os olhos com as patinhas, sinal de que algo os está a incomodar.

‼️For all my fellow #coloradoans , and people living in the western US where foxtail grasses run rampant‼️: These weeds can be deadly to your pets, and you have to be diligent when out hiking to protect them from these vicious seeds! The barbed seed heads of the foxtail plant can work their way into any part of your dog or cat, from the nose to between the toes and inside the ears, eyes, and mouth. They can even simply dig themselves directly into a patch of skin. The foxtail plant is a grass-like weed. It is mostly found in the Western half of the U.S. The danger of foxtails goes beyond simple irritation. Because these tough seeds don't break down inside the body, an embedded foxtail can lead to serious infection for your dog. It can even lead to death if left untreated. The seeds can be hard to find in your dog's fur. Foxtails travel. Moving relentlessly forward, never back, they can migrate from inside your dog's nose to its brain. They can dig through skin or be inhaled into — and then perforate — a lung. Embedded foxtails can cause discharge, abscesses, swelling, pain, and death. The easiest way to prevent foxtail problems is to keep your dog out of overgrown, grassy areas. You should also pull out any foxtail plants you find in your yard. Also consider trimming your dog's hair during foxtail season, especially if it tends to persistently get foxtails in one spot. Just wanted to share this information to help protect our #furfriends🐾 #dogsofco #dogsofcolorado #coloradodogs #coloradoliving #visitcolorado #coloradomountains #coloradocanines #protectyourpets #coloradomountaindogs #dogsofinstagram #coloradoinstagram #rockymountains #foxtailweed

A post shared by GSD Family (@josey_gsd) on

Não se esqueça das coisas deles

Não se esqueça da taça de água portátil (importante durante a viagem, para aquelas paragens frequentes). Mas também a taça da comida, brinquedos favoritos e cama – para quando chegarem ao vosso destino. Ver aqui mais conselhos sobre ir de viagem de carro com o vosso animal de estimação. Mais importante é tê-los sempre corretamente identificados (com um microchip, idealmente) e com identificação visível na coleira ou peitoral. Um cinto de segurança para cães e gatos devidamente acondicionados na sua caixinha de transporte são coisas a não esquecer. Mantenha a informação deles sempre à mão com a App que já conhece e adora e veja mais posts da Petable com dicas e truques para viajar em segurança na companhia dos seus animais de estimação.

Something for the hound just in case he makes a run for it! #ralph #callmypeople @oak #dogtag

A post shared by Goozeberry Hill (@mrsgoozeberry) on

Faça download da App e comece a usufruir gratuitamente de todas as vantagens de ser PETABLE hoje:

appstore playstore

Comments(0)

Leave a Comment