O que levar na mala de férias do meu Pet?

Home / Pets em família / O que levar na mala de férias do meu Pet?

Finalmente chegámos a Agosto, o mês preferencial para as férias!

Mas as férias não são só para os humanos, também são para os pets!

Hoje em dia já existem várias soluções para lhes proporcionar umas excelentes férias, podem ficar em casa no seu conforto e rotinas habituais com um petsitter, podem ir consigo ou podem ficar num Hotel para Animais.

No caso de não ficar em casa, sabe o que deve levar na mala do seu pet?

Dependendo se vai consigo ou se fica num Hotel para animais pode haver diferenças, no entanto há salvaguardas que são comuns e que não podem faltar:

  1. Deve verificar se as vacinas e as desparasitações (interna e externa) estão atualizadas.
  2. No caso dos hotéis para animais, é comum pedirem a vacina da tosse do canil que só dá cobertura durante 6 meses e deve ser feita pelo menos 15 dias antes do check-in no hotel
  3. Verifique junto de quem ficará a tomar conta do seu pet se é exigida alguma vacina ou desparasitação extra e consulte o seu médico veterinário atempadamente.
  4. Caso leve o seu pet consigo, fale com o seu Médico Veterinário para saber se há alguma doença endémica na zona para onde vai, que precise de prevenção específica (doenças como a Dirofilariose ou Leishmaniose podem não fazer parte do plano de saúde normal do seu pet, mas se vai viajar para outras zonas faz sentido protegê-lo).
  5. Assegure-se que leva o seu pet devidamente identificado, com microchip e peça ao seu médico veterinário para confirmar se os dados constantes no SIAC (base de dados de microchips) estão corretos, principalmente o número de telefone.
  6. Faça sempre acompanhar o seu pet do respetivo Boletim Sanitário (boletim de vacinas).

No caso do Hotel para animais ou se deixar o seu pet com alguém:

  1. Deixe o número do Médico Veterinário do seu pet, para qualquer eventualidade;
  2. Leve a medicação habitual com o respetivo esquema de administração. Leve sempre medicação a mais, por vezes os pets são mais “matreiros” quando não estão em casa e podem desperdiçar a medicação; ou pode decidir ficar mais alguns dias fora e assim não tem que se preocupar!
  3. Leve a comida habitual do seu pet e refira o esquema alimentar (quantidades e horários); as alterações de comida podem provocar alterações gastrointestinais no seu pet;
  4. Pode também levar a sua caminha e um brinquedo a que esteja habituado;
  5. Caso seja a primeira vez que fica num Hotel para animais, pode fazer uma visita uns dias antes do check-in para conhecer o espaço e as pessoas que lá trabalham; também pode deixar uma peça de roupa usada por si, para atenuar as saudades!
  6. Use a App da PETABLE e partilhe o perfil do seu pet com a pessoa que fica com ele, onde ficarão os dados clínicos e o esquema de toma de medicação.

Caso o seu pet vá consigo:

  1. Leve um cantil para poder dar água durante a viagem e durante os passeios;
  2. Leve a comida, biscoitos e medicação habitual, a caminha, os brinquedos a que está acostumado e uma mantinha;
  3. Se o seu pet tiver um comedouro o bebedouro especial, leve-os. Se não estiver habituado a comer com as taças no chão, pode provocar-lhe desconforto e até deixar de comer durante algum tempo;
  4. Não se esqueça da trela!
  5. Coloque uma chapa de identificação no seu pet. Apesar de ter microchip a chapa de identificação agiliza o contacto, caso o seu pet se perca num local que não lhe é familiar;
  6. Leve um mini kit de primeiros socorros com:
    • Compressas
    • Soro fisiológico
    • Pomada para feridas (receitada pelo Médico Veterinário)
    • Solução desinfetante (receitada pelo Médico Veterinário)
  7. Tenha o contacto de uma Clínica Veterinária com urgências 24h, perto do local onde está. Também pode usar a App da PETABLE para descobrir clínicas e hospitais próximas, onde quer que esteja.

Durante a viagem do seu pet é importante:

  1. Dar apenas uma refeição ligeira antes da viagem (para não enjoar), sem limitar o consumo de água; ou alimentá-lo apenas à chegada se tiver histórico de enjoo na viagem.
  2. Viajar em segurança (na transportadora ou com cinto de segurança);
  3. Não viajar nas horas de mais calor;
  4. Manter o carro fresco, com ar condicionado ou com as janelas abertas;
  5. Fazer paragens de 2 em 2 horas, para exercitar o seu cão;
  6. Nunca deixe o seu pet sozinho no carro, mesmo com as janelas abertas a temperatura no interior do carro sobe bastante podendo provocar um golpe de calor.

Nunca é demais referir que as férias são uma altura crítica para os pets e como parte integrante da família que são, devemos assegurar que eles também as passam como merecem. Boas férias para todos!

Instale a app:
appstore   playstore

Comments(0)

Leave a Comment